sexta-feira, dezembro 1

Cueca Azul Lyrics

Cueca Azul Lyrics


Quésta merda pá? Quanto não mais valia o Marante aqui a cantar!!
Hoje eu vou te esperar
Nem sequer me vou lavar
Quero saber o que sentes com o meu cheiro natural
E vou abanar bastante o meu Pipi Encantado
Cada segundo que passa
Ficas mais agoniado

Vai pa casa oh badalhoca!!!

Vou usar a Cueca Azul
Aquela que tu gostas mais
E vou soltar um peidinho
Para fazer ambiente
Tenho ar de infeliz
Mas ninguém me compreende
E Estou tão podre por dentro
Que já nem eu aguento

Muito Maravilhoso!!!

(Refrão)
Mas tu chegaste e disseste: Que fedor!! A Floribella morreu perdeu a cor!
E sozinha nesta rua
Coçava a Pombinha à luz da Lua
E quem me visse ali com ar de Cu
Ninguém diria que o culpado és tu
E sozinha nesta rua coçava o meeeeu Pipi

Tou?? Que merda é esta???

Não existe explicação
Para este cheiro tão mau
Cada vez que me mexo
Um fedor a bacalhau
E vou guardar as cuecas
Numa gaveta fechada
Pra que não morra mais gente, nem gatos, nem cães nem nada

Refão 2x


by Señor de los Anillos

Ps: Obrigado ao Mikke pelos coros maravilhosos!!!!

3 comentários ordinários e completamente abrutalhados:

At 8:52 da tarde, Anonymous Puta valente said...

Ao ler esta fantástica lirica lembrei-me, e porque não também uma outra qualquer em que as entranhas estão de fora? sei lá, um peido mais forte que rasga a pele do ventre... não?!
Deixe-me felicita-lo, está simplesmente maravilhoso, até consegui ouvir a sintonia na minha mente, mesmo sem fundo musical! os meus parabéns!!!!
Cordialissimas saudções

 
At 8:45 da tarde, Anonymous Catatau said...

Palavras para quê?!
Estou comovido, pronto! :))))))

 
At 3:15 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Isto é deveras interessante...vou continuar a coscuvilhar...

 

Enviar um comentário

<< Home